Qual a diferença do crente e o ímpio?!

Publicado em 30 de agosto de 2013

Graça e Paz da parte de Deus nosso Pai e de Jesus Cristo nosso Senhor!

 

Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que não o serve. Esta frase está registrada no livro de Malaquias cap. 3 e vers. 18. Este texto remete-nos a um tempo em que serão separados os ímpios dos justos, e cada um receberá o pagamento pelos seus atos. Um texto escatológico que não nos é relevante nesse momento. Mas a afirmação da diferença entre os justos e os ímpios tem martelado minha mente nos últimos dias. Lanço essa questão: temos visto essa diferença, ou a separação dar-se-á apenas num tempo futuro?

 

Jesus estabeleceu uma igreja aqui na terra. Não uma placa, uma convenção, uma denominação, mas um povo reconhecido pelas marcas do evangelho em sua vida. E essas marcas têm de ser vividas e demonstradas. Parafraseando a mulher do imperador romano “não basta ser, mas tem de parecer ser também”. Quantos já não ouviram a acusação (que as vezes nem sei se vem do Diabo ou algum aviso de Deus) “mas você não é crente?!”. Precisamos certificarmo-nos de que certas posturas não, atitudes, vestes, palavras, não combinam com a posição de servo de Deus.

 

Ouvi de amigos alguns fatos nos últimos dias que me deixaram com certa preocupação, temeroso e triste. Essa tristeza creio ser advinda do Espírito Santo. Um pesar  real, em conhecer algumas histórias de irmãos, aquele crente que tu vê todos os domingos, sentado do seu lado trajando um elegante terno, um sapato brilhoso de couro. Aquela moça que lembra a Barbie de tão arrumada, que desfila como uma modelo perfeitamente arrumada. Aqueles que choram copiosamente após uma mensagem ao final do culto de domingo. Porém, tantos desses que você acaba descobrindo atitudes que em nada demonstram a mudança que o evangelho pleno e puro efetua no homem. Infelizmente temos visto a igreja (quando digo igreja nem me refiro aos estatutos institucionais, mas a igreja individual, eu e você) lidar de uma forma muito branda com questões cotidianas. Leia comigo Gálatas 5.19-21:

19

Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,

20

Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,

21

Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.

Esse ai é o padrão do ser humano “comum”, aquele que vive segundo o padrão deste mundo. A mina deu mole? Leva ela prá cama mano. Alguém te incomodou, te desagradou? Revide, ofenda e o humilhe. Nada é mais importante que poder. A sua beleza importa mais que seu caráter. Vire a cara a alguém que você não curte, não leve desaforo para casa. Agora e quem é cidadão dos céus, bate no peito dizendo que tem a marca da promessa e tudo? É esse também o comportamento? Tiver oportunidade de ativar a vida sexual, vamos nessa sem ser casado mesmo? Bateu, levou? Você leu o texto aos gálatas? O que é obra da carne e que conseqüentemente te afasta do reino de Deus?

 

É fácil condenar o adultero correto? Mas e você que já ficou com 8 pessoas esse ano (para ser legal coloquei um por mês só)? A bíblia te chama de prostituto. Ah sabe você que se preocupa em se definir o corpo na academia, ou mesmo que já tenha um corpo perfeito e depois usa as roupas para relevar todas as suas curvas? Isso é lascívia querido (a). Depois não venha me dizer que safado é quem te olha com desejo. (não vai aqui crítica ao cuidado com o corpo ou vestir-se bem, sim o desejo de chamar a atenção de forma exacerbada e sensualidade desenfreada). Ah sim, você que condena o bêbado, mas come feito um mendigo nos banquetes familiares? Tu és o glutão e depois não adianta pedir oração para baixar o colesterol. Você que adora uma briguinha, faz de tudo para vencer uma discussão e humilhar seu rival? Atente para porfia, iras, pelejas, dissensões.  Aí eu te pergunto (se você conseguir ler isso com a voz do Marcelo Rezende fica engraçado): é moral para o cristão se orgulhar disso? Onde está a diferença???

 

Ouvi e vi muitas coisas no meio, não dos artistas gospel, mas da nossa comunidade local ou proximidades que me deixaram um tanto abalado. Não a ponto de perder a fé ou afastar-me da igreja, mas de refletir. E não vai aqui argumento de alguém santo demais, radical ou coisa que o valha. Mas precisamos recobrar o temor, repensar atitudes e tratar feridas abertas pelos espinhos do pecado. O crivo, a prova do nove é sempre perguntar a si próprio: estou agradando a Deus com essa atitude? I Cor. 10.31 “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.”. Não podemos denunciar o pecado da idolatria se minha boca diz palavras torpes. Não há como um fornicário profetizar conta o ladrão.

 

 

A diferença tem que ser vista no estilo de vida. O reino de Deus é um tempo presente, tem que ser vivido hoje e agora, seu estilo é o que Jesus intenta implantar através dos seres humanos. É difícil, oneroso? Sim demais, Mas veja o que diz Marcos 8.34 “E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me.” Se você é filho, filha de Deus tem que labutar por cumprir a transformação do Evangelho em sua vida. Ou anulamos a cruz de Cristo e o expomos ao vitupério. Por que ainda que hoje não estejamos vendo um dia ela será cobrada. Então vereis a diferença entre o justo e o perverso…

 

Do marinheiro de primeira viagem

 

Soli Deo Gloria!

 

Entre em Contato com Nossa Equipe:
Ouça nosso Podcast: 
Clique Aqui
Comunique: contato@diariodebordo.net.br
Siga: http://www.twitter.com/sigaodiario
Curta: http://www.facebook.com/sigaodiario
Navegue: http://www.diariodebordo.net.br

[DIÁRIO DE BORDO]
[DIÁRIO DE BORDO]
Blog de Critica Cristão, que visa promover o evangelho puro e simples de forma alcançável, segundo nossa declaração de fé em Cristo, que tem como base as sagradas escrituras bíblicas.

PLAYLIST PODCAST

PARTICIPANTE POR EPISÓDIO

CATEGORIAS