#280 – A glória de Deus enchendo o templo

Publicado em 24 de julho de 2015

Graça e paz sejam da parte de Deus nosso Pai e de Jesus Cristo

 

 

II Crônicas 5

13 E aconteceu que, quando eles uniformemente tocavam as trombetas, e cantavam, para fazerem ouvir uma só voz, bendizendo e louvando ao SENHOR; e levantando eles a voz com trombetas, címbalos, e outros instrumentos musicais, e louvando ao SENHOR, dizendo: Porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre, então a casa se encheu de uma nuvem, a saber, a casa do SENHOR;
14 E os sacerdotes não podiam permanecer em pé, para ministrar, por causa da nuvem; porque a glória do SENHOR encheu a casa de Deus

 

Amados. Este texto remete-nos à dedicação do templo construído por Salomão a Deus. E também a uma realidade bem distante da desejada. Deus desceu neste dia no templo para receber o que lhe fora oferecido. O templo, a adoração, os sacrifícios… E a glória de Deus encheu o templo. Creio que não preciso ser muito prolixo para explicar o teor da mensagem não é?

 

Porque será que não vemos mais a glória de Deus encher o templo? Nesta ocasião, aconteceu de tal modo que os sacerdotes não puderam se manter em pé, tamanha a presença do Deus de Israel no ambiente. Um atenuante é que na época, os israelitas não possuíam o Espírito Santo que lhes era dado por medida, diferente da igreja que o tem constantemente. Porque então que nossos cultos a reação de Deus é diferente? Creio que Deus tem o prazer de visitar templos e enche-los com sua glória.

 

A resposta óbvia é: temos oferecido pouco. Há uma mentalidade (que não é bíblica com certeza) de que eu presto um culto a Deus para receber dEle, o que na verdade e justamente o contrário. Quem tem de oferecer somos nós, aí sim Deus virá ao encontro, Deus virá receber. Sempre quando prego expresso a necessidade de oferecer a Deus o que temos, ainda que seja um coração partido, uma lágrima, independe, o importante é dedicar-lhe o que temos, Seja um templo suntuoso como o de Salomão, com levitas, sacerdotes, animais…, ou unicamente a minha vida, mas ofereça e aí contemplaremos a nuvem da glória de Deus encher nossos templos tanto físicos quanto espirituais. Até porque sempre o que Deus nos oferece é infinitamente maior do que o que damos a Ele.

 

 

Do marinheiro de primeira viagem

 

 

Soli Deo Gloria!

O Marinheiro

@sigaomarinhero

O Marinheiro
O Marinheiro
Devoto de São Marcos, O Marinheiro de Primeira viagem busca sempre dentro de um tom crítico e contestador encontrar a vontade e a verdade de Deus nas atitudes e palavras, ditas num púlpito ou não. Questionador por natureza sem nenhuma resposta que não as Escrituras que falam por si

PLAYLIST PODCAST

PARTICIPANTE POR EPISÓDIO

CATEGORIAS